Basf SI
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Economia

Paraná investe R$ 121,8 milhões em agricultura

O estado bateu recordes de investimentos, ampliando parcerias com os municípios

Redação
29-Jan-2018 15:25

, Reprodução/Agência de Notícias do Paraná
.Reprodução/Agência de Notícias do Paraná
De acordo com informações divulgadas pela Agência de Notícias do Paraná, o setor público estadual bateu recorde de investimentos em 2017. Foram aplicados R$ 6,78 bilhões no exercício, 17% a mais do que no ano anterior. Segundo os dados, o valor inclui recursos dos três poderes e das empresas estatais, e equivale a 86,7% do orçamento inicial do Estado, que previa R$ 7,8 bilhões para investimentos. Deste montante, R$ 121,8 milhões foram destinados à agricultura, o investimento pode ampliar as parcerias com os municípios por meio de transferências e convênios, relatou o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa.

Também foram investidos nas áreas de infraestrutura que teve saldo de R$ 1,46 bilhão; desenvolvimento urbano, com R$ 465,71 milhões; segurança (R$ 323,9 milhões), saúde (R$ 275,52 milhões), meio ambiente (R$ 157 milhões), educação (R$ 114,78 milhões) e esporte e turismo (R$ 97 milhões).

Os dados da Secretaria de Estado da Fazenda demonstram que o valor alocado pelo Executivo alcançou 95% da previsão orçamentária para o ano, e só não atingiu 100% por conta de dificuldades burocráticas em alguns processos e licitações. Os recursos foram destinados para as mais diversas áreas, com destaque para infraestrutura, saúde, educação, segurança e melhorias nos municípios.

A Agência ainda traçou a perspectiva para 2018, ressaltando que apesar da melhora geral, as incertezas políticas e o andamento da reforma previdenciária podem afetar o desempenho da economia. “Mas as medidas que vêm sendo adotadas desde dezembro de 2014 permitiram que o Paraná entrasse em 2018 em uma situação de controle em relação às suas despesas”, finaliza o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo Costa.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade