Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Nova Gestão da Embrapa Suínos e Aves

Perspectivas e alinhamento com o setor produtivo é apresentado na Câmara Setorial de Aves e Suínos

Krabbe apresentou as três diretrizes que sustentam seu plano de trabalho: P&D alinhado às demandas da cadeia produtiva, gestão com foco em eficiência e redução de custos e transferência de tecnologia para melhoria da imagem das cadeias de aves e suínos.

Redação
29-Out-2021 15:55

A apresentação do plano de trabalho da nova gestão da Embrapa Suínos e Aves foi um dos temas da reunião ordinária da Câmara Setorial de Aves e Suínos, que ocorreu na terça-feira, dia 26, às 14 horas. O chefe geral Everton Luis Krabbe falou das perspectivas e alinhamento do trabalho com o foco no setor produtivo.

Krabbe apresentou as três diretrizes que sustentam seu plano de trabalho: P&D alinhado às demandas da cadeia produtiva, gestão com foco em eficiência e redução de custos e transferência de tecnologia para melhoria da imagem das cadeias de aves e suínos. "Trabalhar com o máximo da nossa capacidade para atuar na vanguarda e antecipar tendências para o potencial produtivo do setor. Esse é um dos pilares da nossa gestão", afirmou o pesquisador que assumiu a Embrapa Suínos e Aves no dia 1º de setembro.

O chefe geral destacou ainda que a equipe pretende atuar visando modelagens preditivas e agropecuária 4.0. "Estarmos voltados para a inovação aberta como uma estratégia para trazer a cadeia produtiva mais próxima da pesquisa e da agroindústria".

E o Programa Inova, que lidera as iniciativas InovaPork e InovaAvi voltadas às ideias de startups para as duas cadeias, é uma das iniciativas apontadas como ação de inovação. "Parcerias e projetos articulados com o segmento externo e de inovação são muito importantes e vamos estar atentos a isso, gerando captação de recursos e fomentando a pesquisa junto às empresas", frisou Everton.

A proximidade com as câmaras setoriais é outro ponto que integra o plano de trabalho. "Ouvir os anseios e as expectativas destes fóruns é fundamental para que a Embrapa possa atuar de maneira eficiente". Entre os desafios propostos pela equipe de gestão está a articulação para a criação de um fundo privado de pesquisa e a integração dos campos experimentais com a agroindústria. "Vamos avançar nessa proposta junto à direção da Empresa e parceiros para que tenhamos uma dinâmica mais assertiva em relação a manutenção dos campos experimentais", explicou Everton.

Sobre os projetos em andamento e o foco de pesquisa, o chefe geral destacou que a sanidade animal é uma das grandes frentes do plano de trabalho, destacando a atuação que a Unidade tem nos temas de modernização dos sistemas de inspeção em frigoríficos de suínos e de aves, reúso da cama de aviário, redução do uso de antimicrobianos na produção de suínos, além trabalhos com agentes patogênicos, como salmonela, influenza, pasteurella, por exemplo.

Ainda no tema sanidade, a Unidade atua fortemente na comunicação e conscientização dos riscos de enfermidades como PSA, Influenza dentre outras, salientando a importância das ações de biosseguridade. Ele ainda destacou os projetos de cereais de inverno para a alimentação animal - em uma parceria com a Embrapa Trigo, e bem-estar animal de suínos e de aves.

O meio ambiente e a sustentabilidade também estão entre os projetos que a Embrapa Suínos e Aves tem atuado, a exemplo do trabalho que vem sendo feito para definição dos pagamentos de serviços ambientais, a atuação na rede Biogás, a gestão ambiental de resíduos e dejetos da suinocultura e a destinação de animais mortos. "Meio ambiente é ponto chave, temos que ter convencimento e uma atuação forte. É isso que queremos continuar a fazer".

A prospecção e avaliação de custos de produção por meio da Central de Inteligência de Aves e Suínos - CIAS também foi comentada pelo chefe geral e deverá, em breve, agregar informações da cadeia de produção de ovos. "Essa é uma expectativa que vamos trabalhar". Essa perspectiva foi muito bem recebida pelo representante da Conab, relatando carência de informações públicas.

Ao final da apresentação, o presidente da Associação Brasileira de Criadores de Suínos - ABCS Marcelo Lopes ressaltou que o trabalho da Embrapa vem ao encontro de todos os interesses da cadeia produtiva, não só para suinocultura e avicultura, mas para todo o agronegócio. "É fundamental esse trabalho e quanto mais forte a Embrapa, melhor para o agronegócio brasileiro", afirmou.

O presidente da Câmara Setorial de Aves e Suínos e da Associação Brasileira de Proteína Animal, Ricardo Santin, destacou que a Embrapa é uma grande parceira do setor, enfatizando a certeza de que o trabalho da nova gestão terá uma continuidade do que vem sendo feito. "A Embrapa é um dos nossos pilares, temos muito orgulho dela".

Solenidade oficial

A solenidade de posse da nova chefia da Embrapa Suínos e Aves será realizada no dia 10 de novembro, às 10h30, com a presença de Tiago Toledo Ferreira, diretor-executivo de Gestão Institucional. O momento será de apresentação das principais realizações da pesquisadora Janice Reis Ciacci Zanella durante os setes anos em que esteve à frente da gestão da Unidade e das perspectivas e propostas de trabalho do pesquisador Everton Krabbe, que assumiu em 1º de setembro.

Assuntos do Momento

Aurora Alimentos é eleita a campeã do prêmio "Melhores do Agronegócio"
01 de Dezembro de 2021
Reconhecimento

Aurora Alimentos é eleita a campeã do prêmio "Melhores do Agronegócio"

Avaliados pela Serasa Experian, resultados que levaram à escolha da cooperativa catarinense levaram em conta dados financeiros e ações de responsabilidade socioambiental

Grupo de investimentos avalia riscos em empresas de carnes
01 de Dezembro de 2021
Agroindústrias

Grupo de investimentos avalia riscos em empresas de carnes

FAIRR Initiative identificou melhora generalizada em companhias de todo o mundo, mas uso de água e gestão de resíduos ainda estão longe do ideal

Sanepar e Frísia ampliam parceria na conservação de mananciais do programa Fundo Azul
26 de Novembro de 2021
Política Pública

Sanepar e Frísia ampliam parceria na conservação de mananciais do programa Fundo Azul

Programa Fundo Azul da Sanepar, em conjunto com a Frísia, já adequou a destinação de cerca de 42 mil litros de dejetos por dia em propriedades rurais

De olho nos investimentos em galpões para aves e suínos no oeste do PR e Tríplice Fronteira, Lages Patagonia confirma participação na AveSui
29 de Novembro de 2021
AveSui 2022

De olho nos investimentos em galpões para aves e suínos no oeste do PR e Tríplice Fronteira, Lages Patagonia confirma participação na AveSui

A empresa do segmento de estruturas pré-fabricadas para construção civil tem executado obras na Argentina, Paraguai e oeste paranaense

Contrabandistas transportam milhões de dólares de carne não regulamentada para a China todos os anos e o governo parece não conseguir impedi-los
30 de Novembro de 2021
Ilegal

Contrabandistas transportam milhões de dólares de carne não regulamentada para a China todos os anos e o governo parece não conseguir impedi-los

Milhares de quilos de carne são contrabandeados por meio de barcos de alta velocidade

Governo de SC anuncia R$ 27,7 milhões em investimentos para Videira e região
29 de Novembro de 2021
Investimento

Governo de SC anuncia R$ 27,7 milhões em investimentos para Videira e região

Os recursos serão aplicados em agricultura, educação, educação especial, além de transferências diretas às cidades

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade