Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie

Preço do suíno vivo mantém-se estável na maioria dos mercados

FNP Consultoria
14-Set-2001 10:31 - Atualizado em 20/04/2016 14:35

Redação SI 13/09/01 - Frigoríficos estão reduzindo seus volumes de abate na tentativa de reequilibrar o mercado e principalmente garantir uma maior estabilidade de preços da carne suína. Mesmo assim, a demanda pelo suíno vivo continua abaixo dos índices normais. Como consequencia os preços mantiveram-se estáveis nesta quinta-feira na maioria dos mercados. A tendência para os próximos dias é de que os frigoríficos continuem a comprar quantidades menores de suíno vivo para o abate.

Nesta quinta-feira o suíno vivo foi comercializado a R$1,39 em Campinas, a R$1,25 em Primavera, a R$1,20 em Toledo, a R$1,20 em Erechim e a R$1,20 em Concórdia.

A expectativa é de que o volume de venda de carne suína permaneçam nos mesmos patamares dos últimos dias. Diante desse cenário, mercados como o de São Paulo e Minas Gerais, onde os frigoríficos não têm perfil exportador, podem registrar recuo de preços.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade