AveSui 2020
06-Mar-2020 09:26
Bolsa de Suínos

Preços do suíno vivo mantêm alta nos estados

O maior preço voltou a ser o de Minas Gerais e Goiás, onde o quilo do animal vivo chegou a R$ 5,90

Os preços do suíno vivo mantiveram a tendência de alta nesta semana, conforme as bolsas estaduais. O maior preço voltou a ser o de Minas Gerais e Goiás, onde o quilo do animal vivo chegou a R$ 5,90 nesta quinta-feira (5). Antes, o suíno era comercializado a R$ 5,70, o que significa uma alta de 3,51% nos dois estados.

Nos estados do Sul, o menor preço é o do suíno gaúcho. De acordo com a Associação dos Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs), o valor do animal vivo passou a R$ 5,34. Nesta semana, houve um aumento de 4 centavos no quilo do suíno.

Já em Santa Catarina, a valorização foi de 11 centavos – ou 2% - nesta semana. Agora, o valor estabelecido pela bolsa de suínos no estado, segundo a Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), é de R$ 5,62.

O maior valor dentre os estados da região Sul é do Paraná. Nesta semana, o preço do animal vivo no estado chegou a R$ 5,75. Era R$ 5,60 na semana passada, o que significa que ocorreu valorização de 2,68% no preço de referência.

Em São Paulo e no Mato Grosso também houve valorização. No território paulista, o suíno agora é cotado a R$ 5,86 o quilo, ante R$ 5,76 da semana passada. Já no Mato Grosso, onde o preço é sempre mais baixo, o quilo chegou a R$ 4,46, em alta de 2,53% sobre os R$ 4,35 do levantamento anterior.

 

Redação SI
Deixe seu Recado