Guia Gessulli
14-Mai-2018 16:12 - Atualizado em 14/05/2018 17:30
Autoridade

Presidente da Ocepar confirma sua presença na AveSui 2018

Para José Roberto Ricken a feira destaca-se como um canal importante para a divulgação de informações e tendências

,
José Roberto Ricken, Presidente da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar)
Responsável por 35% do total de frangos embarcados no país, o Paraná se transformou no maior produtor e exportador dessa proteína, com receitas que vem batendo recordes sucessivos nos últimos anos. O Estado tem em seu âmbito as maiores cooperativas do país, que respondem por 37,7% da capacidade instalada para abate de frangos de corte. Estes números dão o teor da mudança da AveSui América Latina 2018 para a cidade de Medianeira, no Centro-Oeste paranaense. O evento vem com força para mostrar o potencial do setor avícola brasileiro, por isso conta com a importante parceria do Presidente da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), o Sr. José Roberto Ricken.

Com 17 anos de história, a AveSui tem se mostrado um evento de debate e promoção do setor. Para o presidente, a feira destaca-se como um canal para a divulgação de informações e tendências, tanto para a avicultura como para a suinocultura brasileira. “Sem falar que é um ponto de encontro para as empresas trocarem conhecimentos e experiências, seja nos estandes da feira, nas palestras e eventos técnicos”, disse o presidente.

Além do reconhecimento, Ricken ressalta a importância da mudança da feira para Medianeira. “Toda mudança é importante, ainda mais para um evento tão tradicional e esperado pelo setor como a AveSui. E o fato da feira acontecer na principal região produtora de aves e suínos paranaense, a cidade de Medianeira, na sede da cooperativa Lar, somará forças com o principal produtor e exportador de aves do Brasil que é o Paraná”, disse.

Sobre o Prêmio Quem é Quem, Ricken também disse em nota, que a homenagem representa o reconhecimento do trabalho e dedicação das cooperativas do Estado, além de seus dirigentes e cooperados. “Com certeza uma forma de fortalecer o setor produtivo e os cooperativistas”, ressalta.

 

Redação AveSui
Deixe seu Recado