Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Estimativas

Produção de rações cresce menos que o esperado em 2021

Queda do poder de compra sobretudo dos criadores de aves e suínos prejudicou o segmento em 2021

Redação com informações de Valor Econômico
13-Dez-2021 08:19 - Atualizado em 13/12/2021 08:36

O Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações) reduziu sua estimativa para o crescimento do segmento em 2021, para uma faixa entre 4% a 4,5% - no meio do ano, a projeção era de 5%.

Assim, deverão ser produzidas até o fim do ano 85 milhões de toneladas de rações. O CEO da entidade, Ariovaldo Zani, afirmou que a diminuição do poder de compra dos pecuaristas, devido ao aumento dos custos de produção, provocou retração em toda a cadeia.

O executivo lembrou, em entrevista a jornalistas, que a alta “estratosférica” da soja e do milho espremeu as margens, e a desvalorização do real ante o dólar elevou os custos de importação de aminoácidos, enzimas e outros produtos químicos que vêm de fora “Esses patamares tiraram muito do poder de compra do produtor, afetando substancialmente a rentabilidade”, afirma.

A demanda do produtor de leite não deverá crescer em relação ao ano passado, enquanto a área de ovos tende a consumir 1,5% mais ração. Segundo o CEO, os produtores desses itens foram os mais prejudicados por não conseguirem repassar os custos totalmente, uma vez que dependem do mercado interno.

Zani lembrou que a população enfrenta desemprego, inflação e juros altos, e “tem reagido contra aumentos”. Assim, pecuaristas e indústria foram obrigados a absorver boa parte da alta de custos. Ele citou a redução no alojamento de poedeiras como reflexo desse cenário.

O Sindirações projeta crescimento de 4% a 4,5% também no ano que vem, mas apenas se o cenário seguir dentro da normalidade.

“Cisnes negros” podem provocar revisões. Zani afirma que há desafios no horizonte e cita dois em especial: uma possível volatilidade do câmbio causada pelas eleições presidenciais e o aumento dos preços internacionais de químicos, por causa da migração da indústria global para matrizes energéticas renováveis, o que demanda investimento. Ademais, apesar de ver um cenário com maior disponibilidade de grãos em 2022, o CEO disse que os preços de soja e milho devem continuar em patamar “incômodo” para a indústria de alimentação animal.

Assuntos do Momento

Colheita de soja na Argentina alcança 64,9% da área apta; de milho atinge 25,8%
13 de Maio de 2022
América Latina

Colheita de soja na Argentina alcança 64,9% da área apta; de milho atinge 25,8%

O rendimento médio nacional está em 3.010 quilos por hectare, e a estimativa de produção foi mantida em 42 milhões de toneladas. 

Com a chegada da frente fria, valor do milho sobe e deixa produtores em alerta no Brasil
16 de Maio de 2022
Insumos

Com a chegada da frente fria, valor do milho sobe e deixa produtores em alerta no Brasil

Os valores do milho voltaram a subir na semana passada, interrompendo, portanto, o movimento de queda diária consecutiva que vinha sendo verificado desde o encerramento de abril

Estimativa da Anec para exportação de soja em maio aumenta para 11,4 mi de toneladas e de milho para 1,2 mi de toneladas
18 de Maio de 2022
Insumos

Estimativa da Anec para exportação de soja em maio aumenta para 11,4 mi de toneladas e de milho para 1,2 mi de toneladas

A previsão é de que sejam enviados 11,483 milhões de toneladas de soja em grãos, ante as 10,615 milhões de toneladas projetadas na semana passada. 

Exportação da soja paraense cresce 124%; alimentação de suínos na China é principal destino
17 de Maio de 2022
Exportações

Exportação da soja paraense cresce 124%; alimentação de suínos na China é principal destino

Percentual de crescimento é um comparativo do período de janeiro abril de 2022 ao mesmo quadrimestre do ano passado

Valorização do dólar aumenta preço da soja no Brasil
16 de Maio de 2022
Insumos

Valorização do dólar aumenta preço da soja no Brasil

Segundo pesquisadores do Cepea, a valorização do dólar frente ao Real atraiu importadores para o Brasil, resultando em aumentos no prêmio de exportação e nos preços domésticos da soja

BRF lança projeto piloto para reaproveitamento de resíduos em filiais de grãos
12 de Maio de 2022
ESG

BRF lança projeto piloto para reaproveitamento de resíduos em filiais de grãos

Iniciativa está em sintonia com a agenda ESG da Companhia e com seu compromisso de gestão sustentável da cadeia

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade