Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Nutrição animal

Quanto ferro e manganês tem na água da sua granja?

Avaliar a água de bebida das granjas de suínos e aves é fundamental para garantir o bom aproveitamento da ração e nutrição oferecida

MS Schippers Brasil
07-Dez-2021 08:10

Você sabe quanto ferro e manganês tem na água da sua granja? Avaliar a água de bebida das granjas de suínos e aves é fundamental para garantir o bom aproveitamento da ração e nutrição oferecida. Nesse sentido, é importante observar os parâmetros ideais para diversos compostos presentes na água, especialmente o pH, a dureza da água, e a presença de minerais em excesso. 

Quando falamos de ferro e manganês, é importante entender que muitos poços artesianos possuem alta concentração desses minerais. Se uma amostra de água é transparente, mas após descansar apresenta partículas vermelhas ou pretas, significa que há presença de ferro ou manganês dissolvidos na água. O ferro dissolvido, ou solúvel, é mais frequentemente encontrado em águas de poços com pH menor do que 7,0 , no entanto isso pode variar conforme a época do ano, composição do solo, entre outros fatores. 

Efeito na formação de biofilme profundo

A presença de ferro e manganês em alta concentração na água de bebida de suínos e aves contribui para o acúmulo de biofilme profundo (também chamada de “biofilme duro”) nas paredes dos canos e tubulações. Esses depósitos minerais facilitam a aderência de bactérias e outros micro-organismos na parede, que aos poucos se torna a camada “macia” ou “superficial” desse biofilme. Essa camada passa a crescer se torna fonte de contaminação constante para a água, sendo de difícil remoção devido ao muco protetor que as próprias colônias bacterianas produzem como forma de proteção. 

Interferência em aditivos usados via água

Alguns aditivos administrados via água de bebida na suinocultura e avicultura podem reagir com altas concentrações de (diversos) minerais e acabar formando compostos indesejáveis (tóxicos), ou mesmo perdendo sua eficácia devido à quelação.

Note que a alta concentração de minerais na água de bebida (não apenas o ferro e o manganês) acarreta diversos problemas no desempenho dos animais, desde doenças entéricas (devido à formação de biofilme) até falhas de medicação e suplementação que sejam feitas via água com eficácia reduzida (sem que os técnicos e gerentes percebam). 

Fale com a nossa equipe e agende uma visita na sua granja para avaliar o sistema de água. Este pode ser um desafio de biosseguridade que passa despercebido e reduz os seus resultados e lucros.

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade