Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Meio Ambiente

Soja deixa de afetar a Amazônia

Correio do Povo
15-Abr-2009 08:09 - Atualizado em 20/04/2016 14:38

A soja não contribui mais para o desmatamento da Amazônia. A avaliação foi feita pelo ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, ontem, na apresentação de resultados do segundo ano do monitoramento das plantações do grão no Mato Grosso, Pará e Rondônia.

O monitoramento da safra 2008/2009 identificou que apenas 0,88% do total de 157.896 hectares mapeados foram desmatados para a plantação de soja. No total, 1.385 ha foram desflorestados em 12 municípios, sendo dez no Mato Grosso. "Considero isso um resultado extraordinário. A soja deixou de ser um fator determinante no desmatamento da Amazônia", afirmou Minc.

O levantamento é feito desde 2006, quando a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais e a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais assumiram o compromisso de não comprarem soja produzida em novas áreas desmatadas. O acordo foi batizado de Moratória da Soja no Bioma Amazônia. As associações são responsáveis por 90% das compras da oleaginosa.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade