AveSui
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Reprodução

Startup desenvolve tecnologia que otimiza inseminação artificial

A novidade não utiliza animais em seu processo de fabricação, mantém a eficiência dos produtos atualmente no mercado e tem custo até 50% menor.

Redação
14-Abr-2021 16:07 - Atualizado em 14/04/2021 16:25

Uma tecnologia que otimiza os resultados da inseminação artificial para o mercado de reprodução animal foi anunciada pela startup Kimera, criada em 2014 com o apoio da Universidade de São Paulo (USP) e da Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp). De acordo com a empresa a novidade não utiliza animais em seu processo de fabricação, mantém a eficiência dos produtos atualmente no mercado e tem custo até 50% menor.

Segundo a Kimera, a tecnologia é a primeira versão recombinante do hormônio gonadotrofina coriônica equina (eCG), substância usada para induzir e sincronizar o cio em bovinos e suínos. Também pode ser utilizada para técnicas de reprodução in vitro. “Foram realizados testes em mais de mil animais, com resultados satisfatórios. Com isso, já houve pedido de patente e a expectativa é que, finalizado o processo, a inovação possa chegar ao mercado”.

“Esse hormônio é totalmente produzido em laboratório, sem a necessidade de extração de sangue das éguas ou de qualquer outro animal, e a um custo bem menor”, afirma, em nota, Camillo Del Cistia Andrade, doutor em Genética pela USP e sócio-fundador da startup

A Kimera informou, ainda, que foi uma das selecionadas para a terceira edição do Programa de Desenvolvimento de Negócios do BiotechTown (PND), hub de inovação criado em 2018 e localizado em Nova Lima, na Grande Belo Horizonte, que apoia startups de Biotecnologia e Ciências da Vida. “Além do montante financeiro investido (em torno de R$ 150 mil), teremos acesso às estruturas laboratorial e de planta produtiva do BiotechTown e receberá apoio por meio de mentorias e acompanhamento individual para seu crescimento”, disse a empresa.

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade