AveSui 2020
14-Jan-2020 09:35
Bolsa de Suínos

Suíno vivo em alta e em queda; veja os valores

Preços do animal vivo tiveram valorização nos dois principais produtores do país, mas caíram em outros

Os preços do suíno vivo no mercado independente começaram a recuar em parte dos estados produtores e a subir em outros. Em São Paulo, onde o quilo do animal vivo custava R$ 6,51 na primeira semana do ano, houve recuo para R$ 6,39. É uma retração de 1,84%. Houve queda no preço também no Rio Grande do Sul. No fim de dezembro, o quilo do suíno vivo valia R$ 5,68 e agora está em R$ 5,59, o que representa queda de 1,58% no preço. 

CONFIRA: Bolsa de Suínos

No fim de dezembro, nos estados de Minas Gerais e Goiás, o suíno comercializado vivo custava R$ 6,50. No começo deste ano, recuou 10 centavos. Na última quinta-feira (9), a Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (Asemg) acordou em manter a bolsa de suínos no patamar de R$ 6,40. O mesmo valor vale para Goiás.

SUÍNO EM ALTA

Por outro lado, os preços do animal vivo tiveram valorização nos dois principais produtores de país. No Paraná, o quilo do suíno vivo chegou a R$ 6,10. Ocorreu um avanço de 1,67% sobre os R$ 6 pagos até a primeira semana de 2020.

Em Santa Catarina, novamente houve valorização. Desta vez, o preço do animal vivo chegou a R$ 5,76 o quilo. Até o fim de dezembro, o valor era R$ 5,73.

Também no Mato Grosso ocorreu valorização, com o suíno vivo comercializado agora a R$ 4,85. É uma alta de 1,68% sobre os R$ 4,77 praticados até dezembro do ano passado.

Redação SI
Deixe seu Recado