Alltech SI
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Revista Digital

Suinocultura brasileira registra recordes seguidos de produção e exportação; saiba mais no Anuário 2022 da SI

Os resultados expressivos não impedem o impacto dos altos custos de produção para o setor, que sofreu com a elevação no preço do milho e da soja, itens fundamentais para a alimentação dos suínos e responsáveis por até 80% do custo total

Redação SI
09-Dez-2021 10:00

Os números finais de 2021 da suinocultura brasileira despontam como bem expressivos. O ano será marcado por recorde de produção e de exportação, mantendo acelerado os avanços obtidos nos últimos dois anos. A estimativa é de que o Brasil fecha com um crescimento de 6% na produção de carne suína, atingindo um volume em torno de 4,700 milhões de toneladas. No mercado externo, os embarques devem chegar próximo a 1,150 milhão de toneladas, tendo a China como o principal destino. Um claro reflexo ainda dos efeitos da Peste Suína Africana (PSA) no país asiático.

Mesmo com estes resultados, ao longo do ano o setor viveu dificuldades com os custos de produção, principalmente motivadas pela alta de insumos como milho e farelo de soja. Mas, também, ocasionado pela alta energética, câmbio elevado e com impacto sobre a importação de insumos ligados à cadeia produtiva de suínos, e a própria inflação, que tem corroído o ganho do consumidor. Este cenário afetou a rentabilidade das grandes agroindústrias e, especialmente, do produtor, que amargou prejuízos em boa parte do ano.

Os investimentos, por outro lado, retomaram o seu rumo. Cooperativas no Paraná, por exemplo, tem intensificado aquisições, processos de intercooperação e em novos empreendimentos, como frigoríficos, visualizando a manutenção da demanda forte pela proteína, o que ao longo da cadeia gera necessidade de produtos integrados, mais ração e produtos veterinários, fazendo toda a roda econômica do setor girar.

O cenário, que apesar de tudo se mostra otimista, precisa vislumbrar o futuro da atividade frente algumas prioridades: sanidade, bem-estar animal e sustentabilidade. O país tem conseguido um elevado status sanitário de sua produção, também debatendo e formulando normativas e legislações em torno do bem-estar animal. Em sustentabilidade, usando como o tratamento dos dejetos, as granjas têm sabido aproveitar o biogás como fonte energética e de aquecimento. No entanto, nestas três áreas os desafios serão constantes e, ao longo do tempo, irão moldando a produzir forma de produzir e comercializar a carne suína.

O país e o setor podem ficar contentes com os recordes deste ano, ainda que com um forte aperto de custos, mas não pode perder de vista os três desafios que farão parte da suinocultura daqui para frente, sob o risco de em algum momento no futuro próximo vir a perder fatias do mercado externo; com impactos sobre o mercado doméstico.

Assuntos do Momento

Com a chegada da frente fria, valor do milho sobe e deixa produtores em alerta no Brasil
16 de Maio de 2022
Insumos

Com a chegada da frente fria, valor do milho sobe e deixa produtores em alerta no Brasil

Os valores do milho voltaram a subir na semana passada, interrompendo, portanto, o movimento de queda diária consecutiva que vinha sendo verificado desde o encerramento de abril

Estimativa da Anec para exportação de soja em maio aumenta para 11,4 mi de toneladas e de milho para 1,2 mi de toneladas
18 de Maio de 2022
Insumos

Estimativa da Anec para exportação de soja em maio aumenta para 11,4 mi de toneladas e de milho para 1,2 mi de toneladas

A previsão é de que sejam enviados 11,483 milhões de toneladas de soja em grãos, ante as 10,615 milhões de toneladas projetadas na semana passada. 

Exportação da soja paraense cresce 124%; alimentação de suínos na China é principal destino
17 de Maio de 2022
Exportações

Exportação da soja paraense cresce 124%; alimentação de suínos na China é principal destino

Percentual de crescimento é um comparativo do período de janeiro abril de 2022 ao mesmo quadrimestre do ano passado

Mato Grosso tem perda irreversível de 4 milhões de toneladas de milho 2ª safra
19 de Maio de 2022
Grãos

Mato Grosso tem perda irreversível de 4 milhões de toneladas de milho 2ª safra

A safra do cereal foi estimada em 36 milhões de toneladas, informou a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso 

Exportadores dos EUA relatam vendas de 229,2 mil toneladas de soja para destinos não revelados
19 de Maio de 2022
Insumos

Exportadores dos EUA relatam vendas de 229,2 mil toneladas de soja para destinos não revelados

Do total, 10,2 mil toneladas de soja têm entrega no ano comercial 2021/22 e 219 mil toneladas para entrega no ano comercial 2022/23

ONU negocia retomar exportações de grãos da Ucrânia em meio à crise de alimentos
19 de Maio de 2022
Commodities

ONU negocia retomar exportações de grãos da Ucrânia em meio à crise de alimentos

“Estou esperançoso, mas ainda há um caminho a percorrer”, disse Guterres, que visitou Moscou e Kiev no final do mês passado

Mais assuntos do momento
Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade