Guia Gessulli
Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
Impasse

Tereza Cristina volta a criticar ataques europeus ao agronegócio brasileiro

Ela afirmou que as negociações não estão travadas, mas que não é algo que se resolva de “hoje para amanhã”

Valor
19-Fev-2021 08:30

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, voltou a criticar os ataques da Europa ao agronegócio brasileiro e das tentativas de alguns países de atrapalhar a finalização do acordo de livre comércio entre Mercosul e União Europeia. Ela afirmou que as negociações não estão travadas, mas que não é algo que se resolva de “hoje para amanhã”.

“Meio ambiente é o que eles usam para nos atacar, mas o acordo traz cláusula que resguarda isso tudo. Tem muito mais propaganda, muito mais gente esperneando lá do que de fato esse acordo possa ser ruim para a Europa”, disse em entrevista a uma rádio de Mato Grosso do Sul. “O agro brasileiro é sustentável. Não nos conhecem, e os que conhecem usam de má-fé para denegrir a nossa imagem, para fazer toda essa propaganda contra o Brasil”, emendou.

Tereza Cristina afirmou que o “lobby da agropecuária da Europa é muito forte” e que os europeus duelam contra o agronegócio brasileiro com “medo da concorrência” com a entrada em vigor do acordo.

“Existe um receio de que a gente atrapalhe esses setores na Europa que vivem de subsídios”, disse. “Agricultura faz barulho, pois o meio ambiente está na pauta do mundo todo, traz comoção maior. Vamos aguardar, temos tempo ainda para amadurecer e vamos ver como se encaminha o acordo”.

 
 

Assuntos do Momento

Mais assuntos do momento