Peste Suína Africana AveSui Inside Cooperativas Agroindústrias Bem - Estar Animal América Latina Comentário Suíno Economia Empresas Exportação Eventos e Cursos Genética Geral Insumos Manejo Meio Ambiente Mercado Externo Mercado Interno Nutrição Piscicultura Pesquisa e Desenvolvimento Processamento de Carne Sanidade Sustentabilidade Saúde Animal Tecnologia Revista Todos os Vídeos TV Gessulli no YouTube Edições Revista Digital Anuncie
PSA

Vírus de suínos se espalhando na Europa Ocidental causa excesso de carne suína

Doença aumentou o risco de mais restrições à exportação de carne suína

Redação com informações de Bloomberg
11-Jan-2022 09:00

Uma doença mortal de suínos se espalhou ainda mais na Europa Ocidental, aumentando o risco de mais restrições à exportação para o principal exportador de carne suína do mundo.

A Alemanha, grande exportadora, vem lutando contra a peste suína africana há mais de um ano, levando compradores importantes como a China a proibir as importações de lá. Mas em uma escalada potencialmente significativa, um caso foi detectado em um javali no noroeste da Itália no final da semana passada. Isso aproximou o vírus da Espanha e da França, dois dos outros fornecedores importantes da União Europeia. 

A União Europeia já está enfrentando um excesso de carne suína que elevou os preços perto de mínimos de vários anos. Embora a Itália seja um pequeno exportador, quaisquer restrições comerciais podem exacerbar o excesso de oferta da Europa e reduzir os lucros dos agricultores em um momento em que eles também estão lidando com o aumento dos custos dos grãos para ração.

“A PSA não é apenas um problema alemão, polonês ou italiano, é um problema europeu”, disse Miguel Angel Higuera Pascual, diretor da associação espanhola de suinocultores Anprogapor. “A doença está se movendo. É um pesadelo pensar em como podemos controlar o movimento de animais selvagens.”

Uma preocupação maior será se as infecções atingirem outras nações próximas. A França evitou o vírus quando a vizinha Bélgica relatou um surto há alguns anos - usando medidas como cercas - e no mês passado fechou um acordo com a China para manter as exportações de algumas áreas se sucumbir a algum caso. Mas outros países não garantiram tais acordos. A grande população de javalis da Itália também pode dificultar a contenção do vírus, disse Max Green, analista da IHS Markit. 

A associação de agricultores italianos Coldiretti disse que alertou repetidamente sobre a ameaça da multiplicação de javalis, que agora totalizam 2,3 milhões no país. A doença é altamente contagiosa e muitas vezes letal para porcos, e é endêmica na ilha da Sardenha desde a década de 1970 , segundo a Agence France-Presse.

A cepa encontrada na Itália corresponde a uma que circula na Europa desde 2007, disse a Organização Mundial de Saúde Animal. A Europa Oriental foi a mais atingida pela PSA, com casos no oeste permanecendo mais incomuns. A Macedônia do Norte confirmou na semana passada seu primeiro caso da doença.

Para os países que ainda não têm PSA, os casos mais recentes são “mais um tiro de alerta”, disse Justin Sherrard, estrategista global de proteína animal do Rabobank International.

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência de navegação, para medir o tráfego, e para fins de marketing. Para mais informações, por favor visite nossa política de privacidade. Política de Privacidade